sábado, 4 de junho de 2011

O lado imperfeito do perfeito.


Ficar presa a ti poderia ser uma opção minha, mas é algo que não consigo controlar. Já tentei parar o tempo, já dei por mim a evitar multidões com medo de te ver surgir por entre elas e já tentei desistir, não só de ti mas também de mim. Foste como uma catástrofe que arrasou o meu interior, vi sonhos serem levados com a força das tuas palavras, vi momentos serem apagados pela intensidade da saudade, vi um coração ser destruído com as tuas bruscas acções. A tua partida, tal como todas as catástrofes, trouxe consequências. O sorriso apaixonado viu-se obrigado a dar o seu lugar às lágrimas incontroláveis, o coração, antes vermelho, perdeu metade da sua cor. Eu não quero precisar de ti, não quero chorar mais por ti, não quero sequer pensar mais em ti. Posso ainda não saber mas, um dia, vou aprender a esquecer um amor em segundos, tal como tu fizeste.
Um sorriso, uma vitória. Uma lágrima, uma derrota.

14 comentários:

  1. obrigada (: , também vou seguir o teu !

    ResponderExcluir
  2. sei tão bem o que isto é :$
    ( também sigo * )

    ResponderExcluir
  3. Todos, infelizmente, já passamos por um momento desses, mas seremos fortes o suficiente para perseguirmos os nossos caminhos (:
    Gostei muito do texto, sigo-te *

    ResponderExcluir
  4. Obrigada (:
    Mesmo, infelizmente não há ninguem perfeito e só nos trazem desilusões :s

    ResponderExcluir
  5. Obrigada querida (:
    Gosto muito do post *.*

    ResponderExcluir
  6. adoro o post. podia ter sido eu a escrever neste preciso momento, parece que me estou a rever nele ! está lindoo :)

    ResponderExcluir