sexta-feira, 30 de março de 2012

foi o fim.


Este mundo perfeito, que tu dizes perfeito, acabou de se tornar na pior batalha de sempre, os sorrisos que vez de fora eu vejo como lágrimas por dentro, essa mentira envolvida em amor feriu-me mais profundamente do que aquilo que pensas e dificilmente irá sarar. Sabes, eu amava-te, juro que sim, tu sabes que sim, sentias que sim, mas todos os erros que vi cometeres em frente a mim, todas as palavras frias que congelavam a chama do nosso amor, tudo o que tu fazias sem intenção mas magoava, tudo isso, destruiu o amor mais sincero que já alguma vez tiveste e por mais que tentes, por mais que prometas mudar, vais ser sempre a mesma pedra de gelo até que apareça a tal rapariga que com um simples olhar te consiga derreter, sem tentativas falhadas, sem promessas, só um olhar, só amor.

8 comentários: